VAMOS FALAR SOBRE PSICOTERAPIA DE ORIENTAÇÃO PSICANALÍTICA?

Existe uma diversidade de áreas e abordagens teóricas dentro da psicologia.

Falando da clínica, encontramos a analítica, a psicanálise, terapia cognitivo-comportamental, humanista, sistêmica, bioenergética e orientação psicanalítica.



Na psicoterapia de orientação psicanalítica, a psicanálise é a abordagem escolhida. Esta teoria e técnica foi criada por Freud para entender os desejos e comportamentos inconscientes do ser humano. Ambas se baseiam em uma mesma fundamentação teórica - a teoria psicanalítica - e nos mesmos princípios técnicos fundamentais - interpretação, transferência, dentre outros, mas utiliza algumas técnicas diferentes; tem postura mais ativa em relação ao paciente; não utiliza divã; atendimento normalmente é semanal; sendo mais breve e com objetivos delimitados.

A psicoterapia de orientação psicanalítica, historicamente foi criada para tornar a Psicanálise, acessível a mais pessoas e em menor tempo, desta forma se diferencia da psicanálise por seus objetivos e a sua duração. Em ambos os casos se observa o conteúdo expresso, compartilhado pelo paciente, como também o que aparece por detrás dos seus sintomas.

O maior objetivo é melhorar a relação do paciente com seu mundo, com a sociedade, aliviando os sintomas tratando possíveis distúrbios e proporcionando melhor qualidade de vida. A mudança ocorre quando é possível dar um novo sentido para o seu sofrimento, quando seu sintoma pôde ser elaborado e não atua diretamente com objetivos de mudanças estruturais. O que não quer dizer que não hajam mudanças internas significativas.

Tanto a psicanálise quanto a psicoterapia de orientação psicanalítica são tratamentos eficazes, quando aplicados da maneira correta.

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo